Artistas do Movimento Hip Hop e ativistas do Movimento Negros se unem para realização de mutirão e bazar solidário.

0

Artistas do Movimento Hip Hop e ativistas do Movimento Negros se uniram para realizar  mais um mutirão e bazar solidário,  no Parque São Cristóvão. Com diversas atividades planejadas para acontecer ao longo desse sábado (10), o Ilê Asé Opô Onire foi ponto de encontro de sábado de música, grafite, bate-papo e outras ações que mobilizaram o bairro para ter um sábado especial com arte e política.

Atrações como Xarope MC, grupo Contenção 33, Verbo Ativo, Nós por nós e Fúria Consciente fizeram a alegria do encontro. Para o Xarope Mc, que também é um dos organizadores da atividade “esse é um momento de levar cor para a comunidade, já que as violências, nos nossos espaços, têm se destacado mais que a arte e a cultura. Essa é uma forma de dar nossa contribuição efetiva para o empoderamento dos nossos amigos”, declara.

A primeira edição foi realizada numa Creche em outro bairro popular, onde ativistas puderam grafitar, colorir e ressignificar o espaço das crianças da Polêmica (Brotas). Agora, a segunda edição no Terreiro teve “com foco na juventude, que precisa entender esse espaço sagrado como parte do bairro. Isso ajuda a desconstruir ideias e práticas de intolerância contra nossa própria cultura”, afirma Xarope Mc.

A roda de conversa do encontro foi conduzida por conta de Ivana Sena (Revista Quilombo) e Ricardo Andrade (Orroni), ambos militantes do movimento negro, que fizeram um bate-papo político e descontraído com a juventude negra do Parque São Cristóvão.