Fábrica de Cultura Capão Redondo oferece atividades gratuitas para todas as idades

No mês de março, o espetáculo Vênus Negra e a contação de histórias sobre os antigos reinos da África fazem um resgate histórico e social

Fábrica de Cultura Capão Redondo oferece atividades gratuitas para todas as idades
Foto Divulgação

No mês de março, a Fábrica de Cultura Capão Redondo preparou atividades especiais que buscam resgatar diversos aspectos da cultura africana e vai apresentar os espetáculos “Contação de histórias – Aventuras de Reinos Antigos do Senegal, Moçambique e Cabo Verde” e  “Vênus Negras – Um Manual de Como Engolir o Mundo”.

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada.

Fábrica de Cultura Capão Redondo oferece atividades gratuitas para todas as idades
Foto Divulgação

A atividade Contação de histórias – Aventuras de Reinos Antigos do Senegal, Moçambique e Cabo Verde, será apresentado dia 6 de março, terça-feira, a partir das 10h. Crianças e jovens viajarão no tempo para aprender sobre as aventuras e riquezas dos reinos antigos da África. A atividade é fruto da parceria entre o Estúdio Roncó e o Movimento ElegbáOjà, projetos cariocas que trabalham a cultura negra por meio da arte.

A participação é livre, basta levar a imaginação!

Fábrica de Cultura Capão Redondo oferece atividades gratuitas para todas as idades
Vênus Negra | Foto: Heila Signario

Dia  22 de março, quinta-feira, das 19h às 21h, é a vez do  espetáculo Vênus Negra – Um Manual de Como Engolir o Mundo, que homenageia Saartjie Baartman, mulher africana que, há dois séculos, foi exibida em uma jaula na Europa por ser negra e ter proporções corporais diferentes das mulheres brancas. A proposta da peça é retratar as “Vênus Negras” de hoje e também as do futuro, a fim de denunciar o que aconteceu com Saartjie e trazer essa questão para o contexto social atual. Os personagens do espetáculo estão em constante afirmação e protesto, e seus corpos demarcam espaços simbólicos e geográficos: são mulheres negras e gordas em posição de afronta, como pontas de lança que sangram, mas deixam marcas fincadas na terra; mulheres que engolem o mundo e os resquícios da perversidade humana; mulheres com corpos que representam resistência e a arte da dança. A peça é aberta ao público maior de 12 anos.

 

 

SERVIÇO:

O quê: Contação de histórias – Aventuras de Reinos Antigos do Senegal, Moçambique e Cabo Verde
Quando: 6 de março às 10h
Faixa etária: Livre

O quê: Espetáculo Vênus Negra – Um Manual de Como Engolir o Mundo
Quando:  22 de março das 19h às 21h

Faixa etária: a partir de 12 anos

Notícias Relacionadas