Funceb e o Instituto Sacatar firmam parceria

Funceb e o Instituto Sacatar firmam parceria
Foto Reprodução

O Edital de Residência Artística para Escritores no Instituto Sacatar 2017, ação realizada pela Coordenação de Literatura da Diretoria das Artes (Dirart) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), em parceria com o Instituto Sacatar, está sendo lançado nesta sexta-feira, dia 29 de setembro. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até 12 de novembro de 2017. O período de residência artística referente ao Edital será de 11 de dezembro de 2017 a 5 de fevereiro de 2018.

Para compartilhar um pouco da experiência da residência artística e uma parte do trabalho criado, neste período, quatro artistas da palavra, que já passaram pelo Sacatar – Deisiane Barbosa, Luciany Aparecida, Marielson Carvalho e Tom Correia – vão participar da mesa Residências artísticas: o impacto criativo na vida de artistas da palavra, que acontecerá na programação paralela da Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA) 2017, no dia 7 de outubro, sábado, às 10h, na Sala Multiuso da Casa Educar para Transformar.

Inscrições gratuitas – O candidato deverá preencher formulário disponível no site da Funceb e enviar para o e-mail: literatura.funceb@gmail.com, com o assunto INSCRIÇÃO – RESIDÊNCIA SACATAR. Informações completas no Edital (https://goo.gl/Jg2xyD).

No formulário de inscrição, deve ser descrita a proposta para a residência artística, no Instituto Sacatar, todos os campos devem ser corretamente preenchidos e, no campo “ANEXOS”, o proponente pode disponibilizar links para materiais complementares ao currículo, como fotos, sites, vídeos, portfólios e outros.  A Carta de intenção (em uma lauda, no máximo) deve explicar o interesse em realizar a residência especificamente, no Instituto Sacatar.

Residência aberta – Pelo quarto ano consecutivo este Edital oferece uma vaga especial para artistas da palavra nesta residência artística. “O Sacatar é uma residência aberta a todas as nacionalidades e os baianos não precisam sair do país para ter uma experiência internacional riquíssima, que pode inclusive gerar futuras inserções de projetos, que levem ao exterior”, avalia o administrador do Sacatar, Augusto Albuquerque, que também estará presente no bate-papo, na Flica. Ele destaca que, além da oportunidade para criação e produção, vários contatos são feitos durante a residência, o que proporciona, além do intercâmbio, o nascimento de muitas amizades entre artistas.

Tom Correia, que em sua temporada na ilha de Itaparica, no Sacatar, desenvolveu o projeto Crônicas de um mar sem fúria, entende que “uma residência artística proporciona um impacto e um salto qualitativo enormes no processo criativo, que pode se enveredar por outras formas de expressão”. No caso dele, o Instituto Sacatar, além de inspirar a escrita de crônicas, despertou a fotografia. “Ninguém sai o mesmo após um período de retiro criativo. Você deixa a residência em termos físicos, mas ela permanece reverberando”, conclui.

Para Luciany Aparecida, que participou do processo seletivo do Edital, em 2015 e foi convidada pelo Sacatar a fazer residência no local, uma residência artística é importante “como um derrame de palavras, as letras te melam, comigo foi assim, com a residência eu me co-movi a nadar. Hoje em dia eu sou peixe, e pratico voo livre”, fala a escritora, cujo projeto inicial para a residência era um livro de poemas, mas acabou escrevendo um romance.

“O princípio é a criação e como primeira etapa dos elos da rede produtiva, sabemos o quanto é importante cuidar do tempo e espaço destinados a este princípio. É essencial dar importância ao tempo da criação de cada artista, tanto quanto à sua formação, produção, difusão”, considera Karina Rabinovitz, coordenadora de Literatura da Funceb. Ela ainda destaca a importância desta parceria entre a Funceb e o Sacatar: “É uma continuidade muito importante, que pode trazer benefícios grandes, a médio e longo prazo, para a literatura da Bahia”.

Sobre o Sacatar – Iniciado em 2001, o Instituto Sacatar (www.sacatar.org), localizado na Ilha de Itaparica, é a primeira residência internacional para artistas estabelecida no Brasil e uma das maiores da América Latina, propiciando o espaço e o tempo livre para que sejam desenvolvidos novos trabalhos e projetos. Entre as metas, estão: oferecer um lugar onde artistas possam conviver e criar; facilitar a interação e a colaboração dos artistas com a comunidade; aumentar a visibilidade e o impacto cultural da cidade e da nação; e estimular a arte e a criação.

 Serviço:

Edital de Residência Artística para Escritores no Instituto Sacatar 2017

Inscrições: 29 de setembro a 12 de novembro de 2017
Informaçõeshttps://goo.gl/Jg2xyD

Mesa “Residências artísticas: o impacto criativo na vida de artistas da palavra”

Com: Deisiane Barbosa, Luciany Aparecida, Marielson Carvalho, Tom Correia, Renata Dias (Diretora Geral da Funceb), Lia Silveira (Diretora das Artes da Funceb), Karina Rabinovitz (Coordenadora de Literatura da Funceb), Augusto Albuquerque (Instituto Sacatar) e apresentação dos novos residentes do Instituto Sacatar

Quando: 7 de outubro, sábado, às 10h
Onde: Sala Multiuso da Casa Educar para Transformar, Cachoeira/Ba – Programação paralela da FLICA 2017 (Festa Literária Internacional de Cachoeira)

 

Fonte: Claudia Pedreira