Leno Sacramento leva En(cruz)ilhada ao Teatro Vila Velha.

Todos os sábados do mês de julho estão reservados para encontrar o ator Leno Sacramento no Teatro Vila Velha. O monólogo interpretado e assinado pelo ator convida a platéia a pensar como a morte nos invade, nos extermina e nos põe em uma cruz de braços abertos.
Foto Divulgação: Heraldo de Deus

Todos os sábados do mês de julho estão reservados para encontrar o ator Leno Sacramento no Teatro Vila Velha. O monólogo interpretado e assinado pelo ator convida a platéia a pensar como a morte nos invade, nos extermina e nos põe em uma cruz de braços abertos.

Impulsionado a fazer novos trabalhos, Leno encara Encruzilhada como um desafio na carreira. “Existe uma história minha com o Bando de Teatro Olodum e outros trabalhos marcados pela comédia. Senti a necessidade de fazer algo a parte, alguma coisa fora do contexto do que já faço. Então, pensei em fazer um trabalho que não envolvesse humor e veio En(cruz)ilhada, que é diferente e se tornou um desafio pra mim. Nessa construção tenho a oportunidade de mostrar muito do que aprendi com o Bando, para além da atuação”, declara.

O ator, otimista com o novo projeto, acredita que as pessoas vão gostar, se incomodar e refletir sobre como muitas vezes se colocam como juízes diante dos outros. O texto e a produção conduz a platéia a esses 4 caminhos “O formato do palco em cruz, a trilha… tudo está projetado para envolver o público nesse momento”, conta Leno.

O monólogo tem direção de Junior Roquildes, trilha de Gabriel Franco e figurino de Agamenon de Abreu. Sâmara Azevedo colaborou na sinopse e Tiago Azeviche na produção de camisas do trabalho. Para conforto do público a inclusão e acessibilidade do projeto ficaram aos cuidados de Iracema Vilaronga.

Os ingressos estão a preços populares, com vendas na bilheteria do Teatro.

 

SERVIÇO
O quê: En(cruz)ilhada
Onde: Teatro Vila Velha (Passeio Público)
Quando: Todos os sábados de julho (8,15,22 e 29) às 19h
Quanto: R$10