Associação dos Estudantes Africanos na Bahia realiza VIII Semana da África

0

A Associação de Estudantes Africanos na Bahia, em parceria com os estudantes afro-brasileiros, iniciam nesta quarta-feira(23), às 17h, a  VIII Semana da África que segue até dia 26 (sábado). Esta edição tem como tema “África: “Desafios e expectativas para o futuro” , onde os estudantes pretendem discutir os desafios e perspectivas do continente africano para o futuro, levando em conta as especificidades culturais e políticas.

Segundo organização, “promover um evento dessa natureza decorre da intensa vontade de estabelecer trocas científicas entre estudantes, professores e intelectuais africanos e brasileiros. O interesse em constituir um fórum acadêmico e cultural com uma periodicidade anual, voltado para a promoção de debates acerca de uma multiplicidade de temas referentes às questões africanas e da diáspora é o ponto fundador da Semana da África”

A atividade marca um calendário acadêmico entre estudantes e é conhecida por se constituir em um espaço de reflexões acerca das especificidades culturais, demandas econômicas e políticas dos diversos países africanos na contemporaneidade.

História – O evento acontece desde 2006 em Salvador e conta com as parcerias da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (PROAE), Centro Cultural Casa de Angola na Bahia e outras instituições.

O objetivo é a promoção do debate sobre o que fazer, para que a África possa seguramente construir seu desenvolvimento social e econômico, além de disseminar análises críticas e estimular o debate sobre as relações África-Brasil-África no âmbito da produção acadêmica, das políticas de circulação de bens simbólicos, da estética e das relações identitárias.

A Semana já incluiu tema sobre representação da África no imaginário social brasileiro, investindo na necessidade de problematizar a circulação de estereótipos incapacitantes e atentar para suas implicações políticas e sociais. Debruçou-se sobre o problema da unidade africana, incluindo a discussão sobre a atuação da União Africana (UA) nas questões geopolíticas contemporâneas do continente, além de apresentar questões sobre o processo das independências dos países africanos e a importância da África e os novos caminhos da ciência.

Esta edição conta com as parcerias da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (PROAE), Centro Cultural Casa de Angola na Bahia, Cepaia, Fundação Pedro Calmon, Instituto Cultural Steve Biko, Secretaria Municipal de Reparação de Salvador, Secretaria da Educação e Cultura do Estado da Bahia.

Confira abaixo a programação!

23/05 (quarta-feira ) – Sessão de Abertura

Representantes institucionais
Magnífico Reitor da UFBA
Magnífico Reitor da UNEB
Magnífico Reitor da UNILAB
Pró-Reitora de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil – UFBA
Cônsul Honorário da Guiné-Bissau na Bahia
Representante do consulado da Nigéria na Bahia
Diretor do Centro Cultural Casa de Angola na Bahia
Secretária Municipal de Reparação
Secretária de Cultura Do Estado da Bahia
Lázaro Raimundo Oliveira Monteiro – SSP/BA
Dr. Henrique Tomé de Sousa – UFBA
Drª. Yeda Pessoa Muntu – UFBA
Dr. Jaime Sodré – UNEB
Vereador Sílvio Humberto – UEFS
Representante da Associação dos Estudantes Africanos Bahia

18:h Conferência de abertura – Centro Cultural da Câmara dos Vereadores de Salvador

Dr. Henrique Tomé de Sousa

Dia 24 /05 (quinta-feira)

Mesa: 01 – 09:h -12:h Auditório Amarino Queiroz

“Para quando a África?”:  Os desafios e novas perspectivas para Agenda 2063 da UA.

Dr. Augusto Cardoso – FDPII
Dr. Hemrique Tomé – UFBA
Me. Vagner Gomes Bijagó – UFAL
Debatedora: Ma. Andreia Fereira – UFBA

Mesa: 02 – 14:h -16:h Auditório Amarino Queiroz

A historiografia africana e a ruptura epistemológica com os velhos conhecimentos: O pensamento endógeno e afirmação da África no campo da produção científica.

Drª. Artemisa Odila Candé Monteiro – UNILAB
Dr. Fábio Baqueiro – UNILAB
Dr. Ismael Tcham – UNILAB
Dr. Wilson Mattos – UNEB
Debatedor: Dr. Eduardo Oliveira – UFBA

Mesa: 03 – 16:h-18:h Auditório Amarino Queiroz

Estudos africanos no Brasil e os desafios e dilemas da aplicabilidade da Lei 10.639/2003.
Drª. Fatima Ribeiro – UFBA
Dr. José Henrique de Freitas Santos – UFBA
Drª. Suely Santana –  UNEB
Drª. Yeda Pessoa Muntu – UFBA
Debatedora: Ma. Valdilene de Assis – UEFS

Dia 25 /05/2018

09:h-12:h Auditório Amarino Queiroz – Apresentação dos trabalhos

Mesa: 04 – 14:h -16:h Auditório Amarino Queiroz

Os desafios econômicos, políticos e sociais da União Africana face a estruturação dos estados africanos: UA 55 anos depois.
Dr. Deolindo de Barros – UNILAB
Dr. Detoubab Ndiaye – UNEB
Me. Misbah Akanni – Diretor da Casa da Nigéria na Bahia
Debatedor: Me. Adulai Baldé – UFBA

Mesa: 05 – 16:h – 18:h Auditório Amarino Queiroz

Racismo institucional e as suas novas formas de manifestação na sociedade brasileira.

Drª. Amélia Maraux – UNEB
Drª. Denise Carrascosa França – UFBA
Ma. Ivete Alves do Sacramento – SEMUR
Debatedor: Bemjamim Alexandre Saby – Diretor da Casa de Angola na Bahia

Conferência de encerramento

18:h – 10m Auditório Amarino Queiroz

África/Brasil: Desafios e oportunidades para o novo milênio.

Dr. José Henrique de Freitas Santos – UFBA